'
Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Detran-PB encerra Movimento Maio Amarelo no Estado

Notícias

Detran-PB encerra Movimento Maio Amarelo no Estado

Durante todo o mês, cerca de 40 ações educativas foram desenvolvidas

Mais de 300 pessoas lotaram o auditório do Sesc Centro, em Campina Grande, nesta sexta-feira (31), para prestigiar o encerramento do Movimento Maio Amarelo no Estado, promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), em parceria com a 1ª Ciretran. Durante todo o mês, cerca de 40 ações educativas foram desenvolvidas, lideradas pela Coordenação de Educação de Trânsito (CET) do órgão.

Sob o olhar do superintendente Agamenon Vieira, a solenidade foi conduzida pela coordenadora da CET, Ana Paula Buzetto, que fez uma breve explanação sobre os objetivos do movimento mundial, no sentido de voltar a atenção de todos para o alto índice de mortes e sequelados no trânsito. Destacou o papel do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), grande incentivador das ações voltadas para a discussão do tema, que este ano foi “No trânsito, o sentido é a vida”. Segundo ela, “maio se encerra hoje, mas a luta e o trabalho do Detran, pela vida de todos, continuam”.

Após a exibição de vídeos institucionais sobre as ações do Maio Amarelo, a atuação de Jucinério Félix, ator e vereador em Cajazeiras, foi um quesito à parte. O seu personagem Pedro, paraplégico e cego por conta de um acidente de trânsito após dirigir alcoolizado, emocionou os presentes, que só descobriram tratar-se de uma encenação ao final do espetáculo, que tinha tudo pra ser real. “A finalidade é chocar mesmo, porque o assunto é muito sério e tem muita gente brincando no trânsito”, enfatizou Jucinério.

Assim como na abertura do Maio Amarelo, no dia 2 de maio, no Hotel Tambaú, em João Pessoa, a música “Rua da Passagem”, do cantor e compositor Lenine, integrou este evento, na voz e violão do sargento Eduardo Gomes, da CPTran de Campina. “Todo mundo tem direito à vida, todo mundo tem direito igual”, diz o refrão, acompanhado pela plateia.

O público também contou com as boas-vindas do anfitrião, o chefe da 1ª Ciretran, Fábio Thoma, que se comprometeu em trabalhar os 365 dias do ano por um trânsito mais seguro. Ele foi seguido pelo veterano Samuel Aragão, representante do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) e membro da OAB, autor do projeto de lei para instituir a disciplina educação de trânsito nas escolas.

A mesa dos trabalhos ainda foi composta pela secretária estadual de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital, que destacou a importância de eventos dessa natureza, no sentido de preservar vidas. Foi seguida pelo secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, que não poupou os números que indicam uma grande tragédia no trânsito. “No país, são 3 milhões de jovens sequelados por ano”, lamentou.

Para encerrar o evento, o superintendente Agamenon Vieira deu ênfase a esses números que beiram “uma epidemia”, destacando que as pesquisas indicam que 94% dos acidentes de trânsito são provenientes de falha humana, como dirigir após beber, usar o celular ao volante, excesso de velocidade e falta do uso do capacete por parte dos motociclistas. “Esses índices são a grande motivação de estarmos aqui reunidos hoje”, concluiu.

Também participaram da solenidade o coordenador da Operação Lei Seca do Detran-PB, major Edmilson Castro, e sua equipe, além dos representantes do BPTran, CPTran, Sesc, Câmara Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, UEPB, Superintendência de Transportes, autoescolas, todos de Campina Grande.

registrado em: